PUBLICAÇÕES
COMPARTILHAR PÁGINA:

Da série 5 ERROS que você não pode cometer em sua Aposentadoria

Antes de fazer o pedido de qualquer tipo de aposentadoria é muito importante estar atento sobre alguns detalhes que fazem muita diferença. Separamos 5 erros que, se não observados, poderão comprometer e muito sua Aposentadoria.

Da série 5 ERROS que você não pode cometer em sua Aposentadoria

1º ERRO: NÃO VERIFICAR SEU EXTRATO PREVIDENCIÁRIO ANTES DE PEDIR O BENEFÍCIO

Não deixe para verificar sua situação previdenciária somente na hora de solicitar sua aposentadoria, pois algum problema não resolvido antecipadamente poderá reduzir o valor do seu benefício ou até mesmo impedir sua concessão.

Para evitar prejuízos, é importante analisar o extrato previdenciário, haja vista que nele constam todas as contribuições feitas ao longo de sua vida laborativa.

Por isso, fique atento para não cometer o erro de não analisar se suas contribuições e tempo estão devidamente registrados, sob pena de comprometer o valor do benefício ou até mesmo impedir sua concessão.

 

2º ERRO - ACHAR QUE O HOMEM DEVE CONTRIBUIR 35 ANOS E A MULHER 30 ANOS PARA SE APOSENTAR

Quando se fala em Aposentadoria por Tempo de Contribuição, é normal o homem pensar que precisa completar 35 anos de trabalho e a mulher 30 anos.

Mas nem sempre é necessário aguardar todo esse tempo para se aposentar, pois, muitas vezes, é possível reconhecer tempo especial e tempo rural. Quando isso acontece, o tempo de contribuição diminui.

Hoje é possível converter tempo especial para tempo comum, além de o segurado se aposentar mais cedo, esses períodos podem fazer muita diferença no valor da sua aposentadoria.

Por isso, não cometa esse erro, pode ser que já esteja muito próximo de você se aposentar!

 

3º ERRO: CONTRIBUIR COM VALORES MAIORES APENAS NOS MESES PRÓXIMOS AO PEDIDO DE APOSENTADORIA

Acredite, esse é também um erro muito comum!

Criou-se a ideia de que se pagar valores maiores, nos meses próximos que antecedem o pedido de aposentadoria, o valor do benefício será maior.

Infelizmente hoje já não é mais assim.

Tais acréscimos poderão não fazer a diferença, pois o cálculo que define o valor da aposentadoria leva em consideração os 80% das maiores contribuições feitas ao INSS desde julho de 1994 até o mês anterior ao pedido de aposentadoria.

Para isso, é necessário que se faça um cálculo de RMI (Renda Mensal Inicial). Neste cálculo, é possível verificar qual será o valor estimado do benefício.

Por isso, não cometa esse erro, pagar a mais para o INSS, muitas vezes, não fará diferença!

 

4º ERRO – NÃO TER OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS PARA PEDIR A MELHOR APOSENTADORIA

Esse erro acontece bastante, pois, muitas vezes, não se tem os documentos fundamentais para a aposentadoria, tais como: PPP’s, Formulários, LTCAT, Carteira de Trabalho, entre outros.

Ter em mãos esses documentos é muito importante, porque são eles que demonstram a existência de insalubridade, periculosidade, exposição a agentes nocivos, etc.

Tais documentos podem ajudar muito na hora de pedir a aposentadoria.

Em alguns casos, há dificuldade para conseguir esses documentos, pois as empresas já não existem mais, estão distantes ou simplesmente não se possui mais contato.

 

5º ERRO – NÃO FAZER UMA CONTAGEM CORRETA DE TEMPO

A contagem CORRETA de tempo é fundamental para que se consiga a melhor aposentadoria.

Isso porque, se feita uma contagem errada, o valor do benefício poderá ser menor do que o efetivamente devido.

Por meio da contagem - além de se verificar o tempo de contribuição - poderá se analisar se há tempo que pode ser considerado como especial, se há outros períodos que deverão ser considerados na contagem, mesmo sem ter havido contribuição, etc.

Tudo isso poderá resultar em um VALOR MAIOR DE SUA APOSENTADORIA.

Vale lembrar que para aposentadoria por tempo de contribuição e aposentadoria especial NÃO HÁ IDADE MÍNIMA..

Oportuno lembrar também que o tempo de assinatura em Carteira de Trabalho nem sempre precisará ser de 35 anos (se for homem) ou de 30 (se for mulher).

Há casos em que 25 anos já são suficientes para a aposentadoria.

Por isso da importância de realizar sua contagem de tempo de forma correta.

FONTE: Doctor Prev

FOTO(S): Doctor Prev

COMPARTILHAR PUBLICAÇÃO: